domingo, 30 de março de 2008

Uma em março, pelo menos...

De ter uma postagem em março


Madredeus!, há mês e meio nada é postado neste blogue...
Por favor, não estou inativo. É falta de criatividade mesmo. Poderia até pôr divagações filosóficas aqui, mas, por preguiça, não o fiz e, provavelmente, nem o farei tão cedo. Tais investigações do pensar são, em muitos momentos, absurdas do ponto de vista de uma organização que se pretenda sempre útil e necessária, se bem que não é este o norte desta página, ser uma organização.
Para que tenha algo, enfim, deixo este poema:

Estai!

Quando pretendi, deixei
o conhecimento que tinha ficou
e novo se instalou nas fronteiras do pensamento.

Não deixei de ser limitado.
Parado, porém, não estive.
Glória não vejo nisso,
mas os de Aquém vêem
e logo vêm cumprimentar.